Tags

, , , ,

Ao ir para Bahamas, prepare-se. Você tem que ter uma boa companhia para desfrutar as bons momentos que vai viver. Se não tiver, vai ficar com tédio. Exceto na aduana, que você pode ficar puto mesmo, pois a fila para entrar no país leva mais de 1 hora, para você não fazer nada.

A cultura caribenha é completamente diferente do que o americano está acostumado a encontrar em seu país. Gente simpática, feliz, que dança e aproveita a vida mesmo em um país que só vive da especulação financeira. O paraíso fiscal é também um paraíso natural. Praias lindas, uma água incrivelmente limpa. É perfeita para fazer snorkel, que eu fiz em grande estilo, com direito a uns mergulhos apnéicos bem atrevidos. Cheguei a tocar uns peixes, de tantos que tinham ao meu redor. De todas cores, tamanhos e estilos. Parecia que eu estava em um filme da Pixar, de tão perfeito que era.

Os pontos altos foram o restaurante grego Zorba´s (é coisa de macho mesmo), o único que ficava aberto depois das 9 e meia. Sugestão: monte um restaurante que fique até mais tarde para aproveitar a demanda reprimida dos atrasados e famintos.

O restaurante “Sabor” também é bacana, embora sofra do mesmo mal, de fechar na hora do jantar.

O resort Taino by the sea é lindo, e eu coloquei várias fotos lá no meu Flickr. O problema é que eles cobram U$ 50.00 para você entrar no Buffet. Por melhor que seja, ninguém em sã consciência paga essa grana toda pra comer comida leve na praia. Se fizer isso, vai dormir o dia inteiro… Hmn.. pensando bem, até que é uma boa… mas eu não entrei nessa. Fui no a La carte mesmo, já que a grana começou a ficar mais curta…

Vai encarar???

Vai encarar???

Peixe de tudo que é tipo, sempre com muita pimenta

Peixe de tudo que é tipo, sempre com muita pimenta

Mas o mais divertido mesmo foi participar da Fish Party. É uma espécie de quermesse para quem mora lá. Tinha um som enorme montado em um bar a beira mar. Umas 200 pessoas dançando ao som de (sempre) Bob Marley, com direito a twist, poperô de Miami Beach e outras músicas bem caribenhas. O peixe é frito ao vivo, bem na sua frente. Acho que o coitado cai no óleo ainda vivo, de tão fresco. A garçonete, que também é cozinheira, cuida do caixa e também dança enquanto prepara o prato (afinal, a música é contagiante) não hesita em ensopar seu peixe com pimenta, da boa. A fome é tanta, que eu até inventei uma versão pra música que tava tocando: “tô sentindo nada (na boca) – for all of my life” !!!

A viagem para Bahamas foi feita de navio, a partir de Fort Lauderdale, com a Discovery Cruise Line. Se você quiser fazer o passeio, lembre-se: são 4 horas a bordo do navio, mais 1 hora para a papelada para sair dos EUA, e outra quase 1 hora para carimbar seu passaporte na entrada de Bahamas. Tecnicamente dá para fazer em um dia, considerando que você não vai dormir, comer, tomar banho, nem passear. Vai ficar viajando o dia todo indo e voltando. Eu fiquei com dó de quem tinha uma fitinha amarela no braço, pois eram os otários turistas que compraram o pacote de ida e volta em um dia. Se quer descansar, tem que ficar no mínimo 1 noite. Se quer se cansar, então vá pra Disney!

Tirando o fato de que o navio atrasou mais que o esperado, e quando cheguei em Fort Lauderdale não havia mais metrô para voltar, me obrigando a pagar mais U$ 21.00 para uma shuttle (van) para o Hostel, deu tudo certo, melhor que o planejado.

Agora estou em Fort Lauderdale (de novo), mas dessa vez passando a noite para amanhã ir pra Pittsburg, visitar a Ana Paula e o Tiago. A passagem para lá seria bem mais barata saindo daqui, então vim para cá de ônibus, aerotrem (um tipo de monorail gratuito que te leva para os metrõs), trem e finalmente ônibus novamente. Esses caminhos todos foram graças às dicas da Terry, que tem futuro como guia turística. Thanks Terry, once again, for your precious help!

Esse é o começo do fim da viagem, já que agora não estarei em hostel ou outro lugar bagunçado. Estarei na casa de amigos, que acordam, trabalham, têm compromissos. Isso foi proposital, para eu começar a me acostumar a dormir à noite, e acordar cedinho pela manhã, já que já tenho reuniões de trabalho nessa quinta-feira dia 6.

Se você ta precisando de algo, me peça já, pois vou fazer compras agora. Manda um comentário, se eu puder ajudar, me avisa.