Tags

, , , ,

O show estava marcado para começar as 7pm, ainda estava sol. A primeira começou antes das 7, uns garotos do Texas, muito bons, bem pesado e técnico. A banda se chama Scale The Summit.

A segunda banda foi o Bigelf, que faz um progressivo muito bacana, estilo anos 70 total. Depois eu vou subir um vídeo aqui.

A terceira banda foi o Zappa Plays Zappa, que fez uns covers do Frank Zappa. O arranjo é muito bom, com sax, marimba, flauta, guitarras, baixo, batera, muito bom mesmo.

Alegoria... dez. Bateria... dez. Samba enredo... dez

Alegoria... dez. Bateria... dez. Samba enredo... dez

Finalmente a cortina preta se abriu, as fantásticas luzes sincronizadas começaram a trabalhar, um pano de fundo com o desenho de nuvens deu um clima bacana, e começou realmente o grande e esperado show. A banda estava bem, talvez por ser o primeiro show eles estavam bem concentrados. O público de Miami até que me surpreendeu, já que o show era em um teatro, com todo mundo teoricamente sentado. No show do Dream Theater todo mundo se levantou, e fez questão de ficar em pé durante todo o show. Isso animou a banda, que respondeu com uma performance perfeita. Rudess fez um solo legal com aquele teclado portátil, duelando com o Petrucci. Mas quando fez o solo sozinho, usou uns playbacks para mostrar que ele sabe duelar com ele mesmo. Achei muito sem graça perceber que ele estava duelando com um sampler. Portnoy parecia animado por voltar ao palco, e o LaBrie estava muito bem também, acertando todas entradas, entrando seguro e tranqüilo.

Esse e outros vídeos estão no meu canal no Youtube.