Tags

, , ,

dream

A melhor até agora

Muito bacana, a baladinha começou com muito estilo, em uma limusine Hammer pegando toda galera “indicada” para entrar, bem na porta do Hostel. Infelizmente eu não levei minha máquina pra registrar. Fiquei na porta, ao fundo, o único que podia abrir a janela respirar um ar puro, já que o ar condicionado não tava legal. Eu ainda fazia pose de bonitão, na mega limusine branca.

Chegando lá no Dream a galera toda entrou rapidinho, sem frescura. Todo mundo pagou na entrada (da limusine!) e ficou tudo mais fácil. Uma aula de logística e de estilo para qualquer baladinha ficar morrendo de inveja.

A casa em si é simples, mas é tão bem frequentada, alto astral, gente solta e feliz, sem baixaria, sem cara de quem quer arrumar confusão, que você nem vai ligar muito para uma cerveja de U$ 7.00.

Tinha gente do mundo todo, unidos pela “vibe” e pela música. Bem legal mesmo, recomendo!