Tags

, , , ,

Turma limpinha, cheirosinha, let´s go to the Mansion. Alessandro, um italiano que aproveitou pra morar aqui no Hostel, descolou as VIPs, então vamos aproveitar.

Brasil 1, Japão 1, Itália 3

Brasil 1, Japão 1, Itália 3

Atualizado no dia seguinte: MANSION pode ser um lugar bacana, bonito, estiloso, cheio de móveis bacanas, um excelente DJ, muito bom mesmo. Mas gente bonita foi algo dificil de encontrar. Acho que só tinha gente bonita na foto do convite mesmo. Fila na entrada, o VIP nao serve pra nada… Nao é nada mais que um convite, um flyier em formato de pulseira.
Flyer agora mudou de formato, virou pulseira

Flyer agora mudou de formato, virou pulseira

Não adiantou falar que as moças que chegaram a 10 segundos teriam que esperar, pois eu cheguei a 20 minutos, ” always ladies first”, disse o segurança. Mas de verdade, falando sério, nunca vi tanta gente feia. Ou eram negros, latinos, ou uma mistura. Nada contra negros ou latinos, afinal, sou latino, mas as poucas beldades que encontrei eram Russas, Americanas ou Latino-americanas. A desigualdade social do Brasil foi replicada aqui em desigualdade de beleza. Acho que ha uma equação matemática que explica o fenômeno aqui. Imagine a sentença abaixo:
b = beleza
c = corpo
T = potencial de atratividade
Considere que T  é uma funcao de b * c. Ou seja:
T=b.c
Se b ou c for zero, a equação vai dar zero. Eu diria que 99% das incidências de T > 0 eram de moças contratadas para dançar ou animar o lugar. O resto, todas, davam sempre zero. Se era bonita de rosto, era zero de corpo, e vice-versa. Eu e meus amigos italianos nos divertimos, rimos, bebemos zero (pelo menos eu, que so queria me hidratar) e valeu a pena mesmo assim.
Mas essa galera feia é muito mais solta que o povo do Brasil. Eu não estou acostumado a essas baladas e tal, mas a última q fui, do site Papo de Homem, o povo bebia, dançava, mas não ficava se esfregando no meio da galera. E as garotas que subiam nos balcões, nossa, sem comentários. Não levei a máquina fotográfica, mas se tivesse levado, acho que a fotoia pegar mal.