São Francisco tem Alcatraz, Golden Gate e muito mais

Tags

, , , , , , , , ,

Se for a SanFran, como eles encurtaram São Francisco por lá, alugue um carro e curta os passeios não tão populares, mas não menos interessantes. Aproveite essa cidade empreendedora, turística, que poderia ser praiana por ter uma costa linda, mas não dá praia não.

Em meus 2 dias em SanFran estacionei no estacionamento perto do Pier 39, e passeei a pé pela primcipal atração para turistas, o próprio Pier 39.

A pé mesmo você chega ao Fisherman’s Warf, o centro turístico baseado na pesca. Com vários restaurantes que ficam no próprio cais, trazendo uma vista bem bonita?

Quer dar uma volta na “bay”? A baía que deu nome ao famoso site de ecommerce e-bay tem vários passeios que dão a volta ou mesmo visitam a famosa Alcatraz. Se quiser apenas passear, passar por baixo da Golden Gate, então nem precisa fazer uma reserva. Mas se você quer conhecer por dentro o mais famoso presídio de gurança máxima do mundo, é melhor fazer uma reserva com antecedência.

Encontre aqui os principais passeios de barco pela baía, os “Bay Cruises”. .

Se quiser reservar seus tickets para conhecer Alcatraz, faça isso no mínimo uma semana antes de chegar em SanFran, pois realmente ficam sold out. Compre aqui os tickets para o passeio em Alcatraz.

Eu estava passeando perto do Beatnick Museum quando ouvi um rock’n roll muito bem feito, estilo Steve Ray Vaughan, meio country também. Na esquina do museu havia uma banda tocando praticamente na calçada. Eram quase 6pm e estavam tocando com as largas janelas de vidro amplamenta abertas, foi um convite irrecusável pra quem gosta e um alto e bom som. Quando dou conta estou dentro de um strip club bar, e o rock’n roll era apenas um aperitivo. Posso garantir, o The Beat Museum ficou parecendo muito sem graça depois do Condor Club, na Broadway com Columbus Ave. A primeira bebida é grátis, o clima não é pesado, o lugar é estilo velho oeste, e as simpáticas garotas conversam sobre política(!), esportes radicais, todas universitárias. Nada mal pra quem tava apenas curtindo um som.

Não foi minha primeira, nem será minha última visita a Sao Francisco, mas se você está sem tempo recomendo um desses sightseeing tours para “ver” tudo em 3 horas. Se houver algo que você goste muito, desça e curta, e continue no próximo tour. Busque por San Francisco Tours e divirta-se.

20120915-034906 PM.jpg

20120915-035024 PM.jpg

20120915-035118 PM.jpg

Anúncios

Roteiro e Turismo em Seattle

Tags

, , , , , , , , , , ,

Acho que 4 ou 5 dias em Seattle, seriam suficientes. Segue um roteiro basico do que fiz em 1 semana em Seattle, sem pegar nenhum táxi, apenas caminhando, aproveitando com calma.

Bus and Boat tour em um só ingresso de $16. Justo.

Tirei a tarde para passear pelo centro, e vale a pena ficar em um hotel no centro pois uma vez no centro, tudo é feito a pé. Fui a pé até a esquina e comprei um bilhete para o tour no carro anfíbio, um veículo construído em 1944 para a II Guerra Mundial, que hoje é usado para levar os turistas pelas ruas da cidade, e na metade do passeio, pelo Lake Union. Cheio de lanchas estacionadas, e logo atrás do centro da cidade, um passeio muito bacana.

Ride The Ducks of Seattle – http://www.ridetheducksofseattle.com

Conheça Seattle em um carro anfíbio da 2a guerra mundial

Mercadão tradicional de frutas e peixes, bom pra comer

Uma manhã para passear no tradicional Pine Place Market, com mariscos e peixes frescos, flores e souvenirs. É onde os locais fazem compras de frutas orgânicas, uma verdadeira CEAGESP high society, pra quem é de Sao Paulo, entende. Quem não é, pense em um mercadão de qualidade. Conheça em http://www.pikeplacemarket.org/.

Monorail e Space Needle

Ande mais um pouco e pegue o monorail até o famoso observatório futurista, que tem um restaurante dentro. Foi na Space Needle que Hanna Barbera se inspirou para criar as casas dos Jetsons, clássico desenho futurista da década de 60. Conheça mais em http://www.spaceneedle.com/

Space Needle, construída em 1962, com seu restaurante giratório

Caminhe embaixo de downtown pelos quarteirões que sobraram do incêndio de 1881

Caminhe até o Pioneers Square e entre no Seattle Underground, um passeio pelas ruas que aonda estão embaixo do que hoje é o centro de Seattle. O incêndio destruiu tudo, na reconstrução os espertos americanos nao sabiam o que fazer com tantos problemas com lama e esgoto, e fizeram um sistema de esgoto no meio da rua. Para esconder, fizeram a rua em cima do esgoto. Com 3 metros de altura! O resto da historia você confere lá no tour.

Seattle Underground Tour – http://www.undergroundtour.com/

A cidade subterânea, cujo incêndio e esgoto expostos a deixaram para baixo

Mount Rainier, vulcão com 4.392m de altura

A uma hora e meia do centro de Seattle, o Parque Nacional do Monte Rainier – que na verdade é um vulcão novo, com cerca de 500 mil anos – está o vulcão adormecido. O Monte Rainier tem 4400 metros de altura, mas a imagem abaixo foi feita a menos de 1/3 dessa altura. Para chegar lá em cima você não só tem que ser profissional, como ter um bom seguro de vida.

O passeio é longo, o parque fica a 90kms de Seattle, e o tour leva 10 horas no total. O ponto alto – literalmente – foi ver o degelo acontecendo ao vivo com rios derretendo o gelo, várias cachoeiras no meio da estrada, e notar como o parque nacional é bem cuidado pelos voluntários que trabalham nele. A vista do monte não foi das melhores, mas alguns pontos altos estão destacados abaixo. Se o dia estiver bem aberto, vale os $100 (aii).

Se você quiser fazer o tour, vá em http://www.OurToursRock.com

Vista de um lago descongelando no Mount Rainier

Vista de Seattle do Kerry Park

No fim de Junho teremos o dia mais longo do ano, e o sol vai se por as 10 horas da noite. Enquanto não chegamos lá, ele se pôe apenas as 9PM. Fui até um dos melhores lugares para ver a cidade, o Kerry Park. Em um bairro residencial, nem deveria ser chamado parque mas sim praça, mas a vista é boa. E o melhor, grátis.

Nightlife: Trinity

Quando fiz o underground tour eu não tinha ideia de que estava ao lado de um dos maior clubs de Seattle. Não é muito grande, mas com 4 grandes ambientes, é provavelmente o maior de Seattle. O prédio foi construído no fim do século 19, e o club mantém o estilo old city. Decoração antiga, som moderno. Tão alto que é bom levar um tapa ouvido. E o melhor, antes das 10PM não paga os $15 de entrada. Mais em http://www.trinitynightclub.com/

Museu do Rock, ciência e pop art

Vale a pena comprar online, no site abaixo. Sai por apenas $15, e vale muito a pena passar umas 3 horas no museu. As instalações são ótimas, desde as sobre filme de terror, sobre a vida do Jimi Hendrix, sobre o filme Avatar, tudo muito bem feito e interativo. O que mais gostei foi poder tocar ao vivo no estúdio. Há também uma obra de arte com 700 instrumentos musicais, muito bacana, além do “main stage” que eles chamam de “church”, com um telão enorme e em alta definição, ao estilo que o Jimi Hendrix sempre sonhou “um lugar para juntar as pessoas”. Meu irmão Ricardo, como sempre, não atendeu as chamadas ao fixo e celular, e não tem skype, uma pena. Eu ia mostrar pra ele ao vivo, mané.

Vista 360 do “sky church”. ao fundo, as 700 guitarras, baixos e teclados empilhados.

http://www.empmuseum.org/

Seattle Downtown: dei gorjeta ao gringo em Reais

Tags

, , ,

E nao é que o mundo está mesmo mudando? após um brunch na Bacco Cafe, fui com meu suco de laranja to go curtir a vista da Elliot Bay, deitado em uma grama cheia de carocinhos que pareciam pedaços de cocô. Não eram cocô, então deitei tranqüilamente.

Estava um sol gostoso, temperatura em 19 graus, e o sol esquentando o dia, alguns estudantes deitavam na grama tambem, entre um ou outro mendigo. ouço um cara puxando conversa com duas garotas ao meu lado, mas elas nao deram bola, entao ele veio ate mim. disse que queria alguns trocados em troca de piadas. ele era negro, casaco de couro, e um semblante de alguem que esta bem, e poderia tranqüilamente fazer algo mais rentável em sua carreira. Expliquei que eu adoraria mas nao tenho papel moeda dos EUA, apenas do Brasil. incrivel como adoramos (pelo menos eu) dizer que sou Brasileiro, para ver a reação das pessoas. Dessa vez a reação foi a mais interessante de todas, Ele respondeu que aceita Reais como gorjetas pois ela vai a uma casa de cambio e troca. minha surpresa foi maior quando dei a ele me contou uma piada.

“Sabia que Minie e Mickey estao se divorciando?” e eu, “Sério? Porque?” e ele “because she’s dating a Goofy” hahahaha okok , Goofy é Pateta, e no caso o pateta é o Mickey. um idiota.

ok, piada contada, eu ri, entao paguei R$ 2 a ele, ele olhou e colocou na carteira. eu disse que vale $1 USD e ele ficou feliz. Puxei papo pra ver o que ele faz da vida, e ele explicou que ensina defesa pessoal, o que nao me convenceu. Perguntei a ele sobre UFC, e ele nao parecia saber muita coisa.

Mas o ponto alto aqui é “dei gorjeta para um gringo, em BRL Reais!”

20120530-180625.jpg